Site Meter Núcleo de Fotografia de Campinas - NUFCA: Outubro 2011

domingo, 16 de outubro de 2011

Fotos da abertura Exposição Coletiva - 2011


Fotografia e Subjetividade Exposição Coletiva do Núcleo de Fotografia de Campinas NUFCA
de 10 a 29 de outubro


A consequência mais óbvia e mais alardeada da hegemonia da eletrônica é a perda do valor da fotografia como documento, como evidência, como atestado de uma preexistência da coisa fotografada, ou como árbitro da verdade. Arlindo Machado


A crise do realismo na fotografia a que Arlindo Machado se refere no texto “A Fotografa Sob o Impacto da Eletrônica” nos fez pensar na possibilidade de produzir uma exposição que não mais dialogasse com o seu referente.


Nos colocamos na perspectiva de produzir fotografias subjetivas, que vão na contramão das imagens que são colocadas a nossa frente dia a dia e nos revelam suas verdades absolutas e imutáveis, ou ainda, que se revelam como instantes captados de uma realidade aparente.


Para esse trabalho desatamos os nós que nos prendiam a realidade e nos jogamos na produção de imagens construídas eletronicamente, através de meios digitais.


Nos interessa essa imagem e as possibilidades estéticas que podem proporcionar um olhar diferenciado e criativo, longe da abordagem mimética da realidade.


Participam dessa exposição os associados do Núcleo De Fotografia de Campinas: Almir Batista, Carlos Rincon, Celso Palermo, Giuliano Miolini, Mauro Domingos, Miguel Niolli e Rafael Jorge. Como convidado participa Daniel Ditscheiner, do Foto Clube Campinas.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Exposição Coletiva do Núcleo de Fotografia de Campinas


Fotografia e Subjetividade
Exposição Coletiva do Núcleo de Fotografia de Campinas – NUFCA
de 10 a 29 de outubro


A consequência mais óbvia e mais alardeada da hegemonia da eletrônica é a perda do valor da fotografia como documento, como evidência, como atestado de uma preexistência da coisa fotografada, ou como árbitro da verdade.
Arlindo Machado


A crise do realismo na fotografia a que Arlindo Machado se refere no texto “A Fotografa Sob o Impacto da Eletrônica” nos fez pensar na possibilidade de produzir uma exposição que não mais dialogasse com o seu referente.

Nos colocamos na perspectiva de produzir fotografias subjetivas, que vão na contramão das imagens que são colocadas a nossa frente dia a dia e nos revelam suas verdades absolutas e imutáveis, ou ainda, que se revelam como instantes captados de uma realidade aparente.

Para esse trabalho desatamos os nós que nos prendiam a realidade e nos jogamos na produção de imagens construídas eletronicamente, através de meios digitais. Nos interessa essa imagem e as possibilidades estéticas que podem proporcionar um olhar diferenciado e criativo, longe da abordagem mimética da realidade.

Participam dessa exposição os associados do Núcleo De Fotografia de Campinas: Almir Batista, Carlos Rincon, Celso Palermo, Giuliano Miolini, Mauro Domingos, Miguel Niolli e Rafael Jorge. Como convidado participa Daniel Ditscheiner, do Foto Clube Campinas.

ABERTURA OFICIAL DIA 15 DE OUTUBRO ÀS 19H30 - MUSEU DA IMAGEM E DO SOM

domingo, 2 de outubro de 2011

Ciclo de Palestras Imagens de um Sonho


O Núcleo com o apoio do Museu da Imagem e do Som e da Secretaria Municipal de Cultura organiza um Ciclo de Palestras com os fotógrafos de algumas áreas de atuação da fotografia. De 11 a 15 de outubro, no MIS, acontecem palestras no formato de relato de experiências profissionais. Veja a programação aqui.